Poupança é renda fixa

Poupança: A pior opção, entenda o porquê!

Se rola o assunto de dinheiro, inevitavelmente a poupança vai aparecer em algum momento.

O “investimento” mais famosinho do Brasil, possui diversas lendas de tempos primórdios.

Mas poucos sabem o funcionamento real desse produto ou as justificativas para suas opiniões.

Entender qual é a função, rentabilidade e o que mudou do passado para os dias atuais.

Estamos em 2018 né cara, ta na hora de tirar essas ideias de 70 anos atrás e vir para onde se ganha mais dinheiro.

Hoje vou apresentar para você alguns fatos sobre a poupança e clarear suas ideias para os novos tempos.

O que é a poupança?

Poupança!
Poupança!

A poupança é um produto de investimento da modalidade de renda fixa ofertado por bancos.

Consiste num empréstimo um pouco diferente dos tradicionais, onde não há datas de vencimento ou prazos de resgate.

Ao deixar seu dinheiro na poupança, você permite que o banco utilize aquele dinheiro livremente.

Em contrapartida, o banco te paga uma rentabilidade por você disponibilizar aquele valor.

Também te permite usar aquele dinheiro a hora que você quiser.

É como se você compartilhasse seu dinheiro com o banco, você usa, ele usa e se você apenas manter o dinheiro a disposição do banco, ele te paga uma graninha a mais.

Rendimentos da poupança em 2018

Aqui é onde a gente descrusha da poupança na mesma hora.

Atualmente, o rendimento da poupança usa de referência a Taxa Selic (Taxa básica de juros), conforme definição do Banco Central.

Se a taxa selic for até 8,50% ao ano, a poupança vai render 70% desse valor mais TR (Taxa Referencial), que está em 0%.

Traduzindo o economês, o rendimento fica em torno de 5,95% mais 0% ao ano!

Se a taxa selic for maior que 8,5%, a poupança rende 6% mais TR ao ano.

Ou seja, independente de quanto for a Selic, a poupança vai render abaixo dela.

Agora pega a dica, tem um investimento do Tesouro Direto que é o Tesouro Selic, ele rende IGUAL a selic!

Não precisa ser um gênio pra ver que no tesouro selic já ganha umas moedinhas a mais.

Além do mais, é necessário acompanhar a inflação, rendimento da poupança pode ficar abaixo da inflação, então você perde poder de compra.

Os mitos da poupança

Agora, talvez, eu vou destruir o seu relacionamento com a poupança.

Pois muitas das verdades aceitas sobre a poupança, não são reais ou são mau compreendidas.

Vamos ver uma a uma como funciona de verdade:

É o investimento MAIS seguro!

Primeiro ponto que eu te pergunto: Você sabe por que a poupança é segura?

Ela é realmente segura, mas não é MAIS segura que alguns outros investimentos.

O que garante a segurança da poupança é o FGC, Fundo Garantidor de Crédito.

Uma associação civil, sem fins lucrativos, que está ali para assegurar que as pessoas recebam seus investimentos de volta caso haja algum problema com a instituição investida.

O FGC garante o retorno de até R$250.000,00 (Duzentos e cinquenta MIL reais) caso a instituição que você investe venha a falir.

E é ele que a torna segura, entretanto o mesmo FGC com as mesmas regras, também protege o Tesouro Direto, CDB, LCI e LCA.

Logo, todos esses investimentos têm a segurança IGUAL à poupança, nem mais, nem menos.

Posso tirar meu dinheiro a qualquer hora!

Instantaneamente, é verdade.

Entretanto, no Tesouro Direto e em alguns CDBs você também pode solicitar o resgate no mesmo dia.

A conhecida Liquidez Diária, que alguns investimentos possuem.

Ela não é a diferentona dos investimentos.

Outro fator importante para considerar a liquidez é que o rendimento da poupança é apenas no aniversário de 1 mês da aplicação.

Ou seja, se você aplicou hoje e precisou retirar daqui 25 dias, seu dinheiro não rendeu nada.

Se o dinheiro tivesse guardado no seu colchão, daria no mesmo.

É investimento em bancos e bancos são confiáveis

Nesse ponto não vou me prolongar no comentário.

Mas CDBs também são investimentos diretamente em bancos, caso você goste desse setor.

Com rentabilidade bem elevada, FGC para dar segurança e liquidez que pode ser diária.

Não tem imposto

Está ai mais um ponto de verdade, mas benzadeus hein, com um rendimento tão baixo, se ainda tivesse tributação nem daria pra contar.

Entretanto, a poupança não é o único investimento isento de tributação.

Temos também as LCIs e LCAs para investimento nos setores Imobiliários e do Agronegócio.

Conclusão

Então a poupança é isso
Então a poupança é isso

No geral, esses são os pontos importantes para se saber sobre a poupança.

E as opções que existem, pois ela não é a diferentona dos investimentos.

Existem vários outros bem melhores e basta conhecer um pouquinho para tomar decisões melhores para sua vida.

Dúvidas, sugestões e críticas pode deixar ai nos comentários que faço questão de responder!

Agora da aquela compartilhada pra fortalecer o Clã!

Com esses botões do lado esquerdo, no PC, ou ai embaixo, no celular!

Te desejo sempre uma:

Vida Longa e Próspera!

Até a próxima!

Felipe Muniz

Felipe Muniz

Um nerd que teve a vida completamente transformada pelo livro Pai Rico, Pai Pobre e apresenta o poder desse conhecimento, de forma simplificada, para ajudar cada pessoa a despertar da matrix financeira.